Skip to main content

Auxílio Maternidade: Como funciona e quem tem direito

Auxílio Maternidade: Como funciona e quem tem direito

O Auxílio maternidade também é conhecido como salário-maternidade ou licença-maternidade, se tratando de um benefício garantido pelo Governo Federal e destinado a pessoas que contribuem para a Previdência Social (INSS).

Anúncios

Conforme determinam as regras, podem contar com o amparo desta auxílio aquelas que se ausentaram do trabalho devido ao nascimento de um bebê, adoção ou guarda judicial com fim de adoção e aborto não criminoso.

Embora se trate de um benefício já bastante conhecido entre a população brasileira, é comum que haja pessoas com dúvidas sobre o seu funcionamento, e se este é o seu caso, o nosso post irá ajudá-lo.

O que é o Auxílio maternidade

O Auxílio maternidade se refere a uma remuneração específica que as mulheres recebem durante o seu período de afastamento do trabalho. Este valor deve ser pago pelo empregador diretamente à beneficiária.

É interessante mencionar que o termo “licença-maternidade” se refere mais especificamente ao afastamento da mulher das suas atividades profissionais, enquanto o auxílio ou salário-maternidade se refere ao rendimento obtido neste afastamento.

Em suma, todos os termos se referem a um mesmo benefício, que é garantido por leis trabalhistas específicas. Já em relação ao valor referente a esta licença, este varia conforme o salário da funcionária.

Anúncios


Duração do benefício

Agora que você já compreendeu o que é o Auxílio maternidade, é importante que entenda que a duração do mesmo depende diretamente do motivo que deu origem a este benefício, que pode ser:

  • 120 dias em caso de parto;
  • 120 dias em caso de natimortos;
  • 120 dias no caso de guarda judicial para fins de adoção ou adoção direta, onde o adotado deve ter uma idade máxima de 12 anos;
  • 14 dias em caso de aborto espontâneo ou previsto pela legislação brasileira, que inclui estupro ou risco de vida direto para a mãe, conforme critério médico.

Quem tem direito ao serviço

Para que seja possível contar com o Auxílio maternidade, é necessário que as interessadas sigam os pré-requisitos que foram definidos pelo próprio Governo Federal. Confira quais são eles logo a seguir:

  • Ser Microempreendedora Individual (Empregada MEI);
  • Pessoa que mesmo desempregada, tenha qualidade de segurado;
  • Empregada que adotar uma criança;
  • Empregada doméstica;
  • Casos de falecimento da própria segurada empregada que gere então direito a complemento de pagamento para o cônjuge vivo.

Como solicitar o benefício

Se você atende os pré-requisitos já mencionados e deseja fazer a solicitação do Auxílio maternidade, basta realizar os procedimentos mencionados logo a seguir, não sendo preciso sequer sair de casa:

  • Entre no portal Meu INSS;
  • Entre com o seu login e senha ou cadastre-se;
  • Depois disso, selecione “Meu INSS” e depois “Salário Maternidade Urbano”;
  • Siga os passos para finalizar a solicitação;
  • Vale mencionar que a solicitação pode ser aprovada ou negada sem que haja necessidade de ir a uma agência do INSS, exceto em casos específicos onde ocorra convocação para a apresentação de documentos.

Nome do redator

Flavia Reis

Sou especializada em tecnologia e uma apaixonada por aplicativos móveis. Eu escrevo regularmente para o site fivedin.com, fornecendo análises detalhadas e análises aprofundadas de aplicativos para ajudar os usuários.


Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Este site usa cookies com informações de rastreamento sobre os visitantes.