Skip to main content

DIU Pelo SUS: Veja o Que é Necessário Para Conseguir

DIU Pelo SUS: Veja o Que é Necessário Para Conseguir

Hoje é possível colocar o DIU pelo SUS de forma totalmente gratuita, sendo um excelente método contraceptivo destinado à mulheres. Ele é muito seguro e o procedimento feito para colocá-lo é relativamente simples.

Anúncios

O objeto tem formato de “T” e deve ser colocado no útero somente por profissionais devidamente capacitados, sendo uma solução reversível, ou seja, caso a mulher queira ter filhos futuramente, o DIU pode ser removido.

Embora a implantação deste método contraceptivo seja rápida, é necessário que as mulheres sejam avaliadas criteriosamente antes do procedimento. Para saber mais sobre este assunto, acompanhe nosso conteúdo a seguir.

O que é o DIU?

O DIU consiste em um dispositivo intrauterino flexível e pequeno, que é inserido no interior da cavidade uterina por médicos. Trata-se de um método anticoncepcional muito eficiente e sua eficácia segundo especialistas gira em torno de 99%.

Conforme já mencionado, hoje é possível colocar o DIU pelo SUS gratuitamente, sendo que o procedimento pode ser realizado por mulheres de todas as regiões do Brasil, não havendo contraindicações por ser reversível.

Existem 4 tipos diferentes de DIU, sendo o de cobre, prata, Kyleena ou Mirena, sendo que somente o de cobre está disponível no SUS. Este é livre de influência hormonal e não possui qualquer tipo de material tóxico em sua composição.

Anúncios


Como o DIU de cobre funciona

O DIU que está disponível em maior quantidade pelo SUS é feito de um fio de prata que possui revestimento de cobre. Seu formato geralmente é de “T” e sua função principal é inflamar o tecido que reveste o útero.

Além disso, o material causa algumas alterações bioquímicas que impedem os espermatozoides de fecundarem os óvulos. Dessa forma, este método contraceptivo acaba sendo um dos mais seguros e procurados.

O DIU pelo SUS pode durar até 10 anos e posteriormente é possível optar pela remoção do dispositivo caso a mulher tenha interesse em engravidar, sendo então uma alternativa que possui flexibilidade.

Como conseguir colocar o DIU pelo SUS

Se você tem interesse em colocar DIU pelo SUS, de modo que o procedimento seja totalmente gratuito, será necessário seguir algumas etapas específicas. Saiba quais são elas logo a seguir:

Busque por um hospital público ou UBS

Atualmente o DIU de cobre pode ser colocado através de hospitais públicos com atendimento ginecológico e Unidades Básicas de Saúde, podendo ser inserido desde a adolescência até o momento da menopausa.

Na internet você pode encontrar com grande facilidade qual é a UBS mais próxima de sua residência, sendo então possível ligar ou ir diretamente ao local para saber se este tipo de procedimento pode ser feito por ali.

Participe do grupo de planejamento

Assim que você encontrar uma unidade que coloque DIU pelo SUS, será necessário ir até o local para participar de um planejamento familiar, que não é obrigatório e visa definir se o seu perfil condiz com o DIU.

Nessa etapa você também vai poder conhecer outros tipos de métodos contraceptivos, e mediante orientação profissional, poderá escolher qual é o ideal especialmente para o seu caso.

Agende uma consulta

Após passar pelo grupo, a pessoa interessada será encaminhada para uma consulta direto com um médico ginecologista. Caso não participe do grupo, será possível agendar tal consulta diretamente em um hospital ou UBS.

Vale destacar aqui que algumas cidades brasileiras ainda possuem aplicativos muito práticos, através dos quais as mulheres interessadas podem fazer o agendamento da consulta com o ginecologista sem que seja necessário sair de casa.

Faça o exame preventivo

Após o agendamento, basta comparecer à sua avaliação ginecológica para que um profissional apto diga se você realmente tem aptidão física para a inserção do DIU pelo SUS, garantindo assim que o procedimento seja seguro.

Quando uma paciente tem malformações uterinas ou apresenta alergia a algum tipo de componente do dispositivo, haverá contraindicação do uso do DIU. Agora, se a mulher não apresentar nenhum problema no exame, o procedimento será marcado.

Realização do procedimento

Por fim, é definida uma data e horário onde a mulher deve comparecer ao local combinado para colocar o DIU pelo SUS, sendo que médicos indicam fazer o procedimento durante a menstruação.

Isso porque tal período garante que a mulher não está grávida, mas também é possível colocar o dispositivo em qualquer outro momento do ciclo, bastando então seguir as orientações do ginecologista que está prestando o atendimento.

Retorno para chegar a situação

Cerca de um mês após inserir o DIU pelo SUS, a paciente deve voltar para que o seu médico verifique se o corpo está se adaptando bem à presença do dispositivo, lembrando que um DIU pode durar até 10 anos dependendo do material em sua composição.

Se gostou do nosso post, veja também como fazer tratamento odontológico grátis pelo SUS.


Nome do redator

Flavia Reis

Sou especializada em tecnologia e uma apaixonada por aplicativos móveis. Eu escrevo regularmente para o site fivedin.com, fornecendo análises detalhadas e análises aprofundadas de aplicativos para ajudar os usuários.


Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Este site usa cookies com informações de rastreamento sobre os visitantes.